Funfestival

Conheça o novo gel que promete evitar a embriaguez

Pesquisadores do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH Zurich), na Suíça, desenvolveram um gel capaz de "digerir" o álcool antes dele chegar na corrente sanguínea.

Por Meu Quadradinho em 15/05/2024 às 15:45:14

Pesquisadores do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH Zurich), na Suíça, desenvolveram um gel capaz de "digerir" o álcool antes dele chegar na corrente sanguínea. Isso significa que o novo produto, composto por proteínas de soro de leite, poderia evitar a embriaguez.

Leia mais

Produto pode evitar problemas de saúde causados pelo álcool

Testes pré-clínicos foram realizados em camundongos e apontaram a redução dos níveis de álcool no sangue dos animais em até 50%. Segundo a equipe responsável pela pesquisa, o gel ainda protegeu a maioria dos órgãos, especialmente o fígado, contra os danos provocados pela bebida.

Os pesquisadores explicam que o produto é capaz de converter a bebida alcoólica em ácido acético inofensivo, que não produz efeitos da embriaguez e nem da ressaca. Isso também evita quaisquer problemas de saúde no organismo.

O gel foi desenvolvido a partir de proteínas encontradas no soro do leite. Elas foram fervidas e transformadas em fibrilas longas e finas. Em seguida, foi adicionado sal e água, o que dá o aspecto final ao produto e garante uma absorção lenta.

Como catalisadores do composto, foram acrescentados ferro, glicose e nanopartículas de ouro. Quando a mistura entra no organismo e interage com o álcool, inúmeras reações enzimáticas ocorrem, o que viabiliza a conversão da bebida em álcool acético.

Testes mostraram que o gel protegeu a maioria dos órgãos, especialmente o fígado, dos efeitos do álcool (Imagem: gerada por inteligência artificial Dell-E/Nayra Teles)

Uso para combater doenças

  • Ainda é necessário testar o gel em humanos para comprovar a eficácia e segurança dele.
  • A ideia dos pesquisadores é prescrever o produto antes ou depois do consumo de álcool.
  • Dessa forma, o gel vai impedir ou reduzir os níveis de álcool no sangue, atenuando os efeitos nocivos da bebida.
  • Ele também poderá ser utilizado em pacientes que sofrem de síndrome da fermentação intestinal.
  • A condição é considerada rara e consiste na produção de álcool pelo corpo, mesmo que o indivíduo não tenha ingerido bebidas alcoólicas.
  • Apesar da possibilidade, não há previsão para que o gel fique disponível para a população.
  • As informações são da ETH Zurich.

Comunicar erro
BURITIS

Coment√°rios

PONTUAL CARGO