Funfestival

CEO do serviço de nuvem da Amazon deixa o cargo

O executivo Adam Selipsky, que na Amazon ocupava o cargo de CEO da Amazon Web Services (AWS), está deixando a sua posição, conforme informações do TechCrunch.

Por Meu Quadradinho em 16/05/2024 às 02:48:02

O executivo Adam Selipsky, que na Amazon ocupava o cargo de CEO da Amazon Web Services (AWS), está deixando a sua posição, conforme informações do TechCrunch.

Em um memorando compartilhado internamente pelo CEO da Amazon, Andy Jassy, e publicado esta manhã no blog da empresa, Jassy já confirmou o substituto: o chefe de vendas da AWS, Matt Garman, será promovido a CEO.

Leia mais:

Garman chefiou anteriormente a organização de computação em nuvem EC2 da AWS, a subsidiária em computação na nuvem da Amazon.

"Tivemos a sorte de Adam ter concordado em intervir e liderar a AWS, e ter liderado o negócio com habilidade, ao mesmo tempo que desenvolveu sua equipe de liderança", escreveu Jassy.

"Adam agora passará para seu próximo desafio, depois de uma pausa bem merecida, e Garman se tornará CEO da AWS a partir de 3 de junho", completou.

Imagem: Michael Vi/Shutterstock

Falta de ação por IA generativa teria motivado saída do CEO da AWS

  • Selipsky foi um dos primeiros vice-presidentes contratados pela Amazon na AWS em 2005; então, passou 11 anos liderando vendas, marketing e suporte antes de sair para se tornar CEO de uma empresa de software de visualização de dados.
  • Seu retorno para a Amazon ocorreu em 2021, quando foi contratado para chefiar a AWS.
  • Selipsky estaria sendo visto como um executivo que não acompanhou o boom da IA generativa, e que isso foi um fator que contribuiu para sua saída do cargo de CEO.
  • AWS planejava originalmente revelar seu próprio modelo de IA generativo semelhante ao ChatGPT da OpenAI, de codinome Bedrock.
  • O anúncio seria feito na conferência anual do grupo em novembro de 2022, mas problemas técnicos forçaram a organização a adiar o lançamento.
  • Com Selipsky, a AWS também repassou oportunidades para apoiar duas startups líderes de IA generativa, Cohere e Anthropic.
  • Mais tarde, foi rejeitada a tentar investir na Cohere, e precisou se contentar com um coinvestimento na Anthropic com o rival Google.

No memorando, Jassy destacou as realizações de Selipsky, dizendo que ele assumiu o cargo no meio da pandemia e tomou a decisão certa a longo prazo para ajudar os clientes a tornarem-se mais eficientes nos seus gastos, mesmo que isso significasse menos receitas a curto prazo para a AWS.

Amazon Web Services
(Imagem: sdx15/Shutterstock)

Matt Garman entrou na AWS em 2006, como um dos primeiros gerentes de produto. Depois, se tornaria o gerente geral de todos os serviços de computação da AWS, em 2016.

Em 2020, ele passou para o setor de geração de demanda da AWS, onde foi designado para liderar vendas mundiais, suporte de marketing e serviços profissionais.

Comunicar erro
BURITIS

Coment√°rios

PONTUAL CARGO