ORLA/BRASAL

Jornada de refugiado sírio no Brasil reforça importância de políticas inclusivas

Abdul Jarour aprendeu português, trabalha no Ministério Público, organiza ações de caridade e torneios de futebol, sempre buscando apoiar outros refugiados; apenas seis meses depois de receber um visto humanitário do governo brasileiro ele obteve a documentação oficial que lhe permitiu começar a construir uma nova vida.

Por Redação em 09/07/2024 às 02:50:27

Abdul Jarour aprendeu português, trabalha no Ministério Público, organiza ações de caridade e torneios de futebol, sempre buscando apoiar outros refugiados; apenas seis meses depois de receber um visto humanitário do governo brasileiro ele obteve a documentação oficial que lhe permitiu começar a construir uma nova vida.
Comunicar erro
TAGUATINGASHOPPING

Comentários

PONTUAL CARGO