ORLA/BRASAL

Mais de 8,6 mil cartões BRB Mobilidade são emitidos na primeira semana deste mês

Mais de 8,6 mil cartões BRB Mobilidade foram emitidos nos primeiros sete dias deste mês, uma semana após o início da implantação do novo sistema de bilhetagem automática do transporte público do Distrito Federal, que extingue o pagamento em dinheiro dentro dos coletivos.

Por Redação em 09/07/2024 às 11:55:41

Mais de 8,6 mil cartões BRB Mobilidade foram emitidos nos primeiros sete dias deste mês, uma semana após o início da implantação do novo sistema de bilhetagem automática do transporte público do Distrito Federal, que extingue o pagamento em dinheiro dentro dos coletivos. Entre os dias 1º e 7, foram geradas 8.619 unidades, sendo 5.996 referentes à primeira via e 2.623 à segunda via. Em média, 1.231 pessoas adquiriram o cartão de uso diário exclusivo no transporte público coletivo do DF.

Pontos de recarga de cartões ganham a preferência dos usuários: é mais facilidade para todos | Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

"Com essa modernidade, nós entendemos que estamos facilitando a vida de quem utiliza o transporte público diariamente sem a necessidade de ter que utilizar o dinheiro e esperar troco para seguir com a sua viagem"

Zeno Gonçalves, secretário de Transporte e Mobilidade

‌O aumento no número de usuários ocorre junto ao processo de modernização dos meios de pagamento dentro dos coletivos. No dia 1º deste mês, 52 linhas de ônibus deixaram de receber a tarifa em dinheiro para aceitar apenas pagamentos por cartões de transporte (BRB Mobilidade e Vale-Transporte), bancários (crédito e débito) e por aproximação por meio de smartphones, smartwatches ou pulseiras inteligentes.

"O número de cartões emitidos na primeira semana deste mês mostra que a população aderiu à ideia do pagamento digital e que, de fato, quer usar o cartão mobilidade", avalia o secretário de Transporte e Mobilidade do DF, Zeno Gonçalves. "Estamos conseguindo conscientizar as pessoas para que façam uso do cartão. Isso significa mais segurança a bordo, mais agilidade no embarque e desembarque, e o usuário ainda pode utilizar um direito que ele já tem, que é a integração. Com essa modernidade, nós entendemos que estamos facilitando a vida de quem utiliza o transporte público diariamente e sem a necessidade de ter que utilizar o dinheiro e esperar troco para seguir com a sua viagem."

Deslocamento rápido

24,1 mil

Total de cartões emitidos somente em junho

O número de cartões emitidos na primeira semana do mês é mais do que o triplo registrado no mesmo período de maio – quando foram gerados 2.329 cartões – e mais que o dobro do mesmo intervalo de junho, quando foram emitidas 4.772 unidades. A expectativa é de que o número siga em alta nos próximos meses, já que a implantação do novo sistema de bilhetagem está sendo feita de forma gradual para tornar mais rápido e seguro o deslocamento dos cidadãos por todo o DF.

Em junho, foram emitidos mais de 17 mil novos cartões de primeira via e outros 6,9 mil de segunda via, ultrapassando 24,1 mil unidades geradas. O quantitativo quase dobrou em relação ao mesmo período no ano passado, quando foram expedidos 12.384 cartões, e é praticamente o dobro dos meses anteriores em que foram registrados 8.749 (maio), 8.472 (abril), 8.945 (março), 8.865 (fevereiro) e 9.659 (janeiro).

Na semana de estreia do sistema 100% eletrônico em 52 linhas de ônibus do DF, o volume de pagamento de passagens com dinheiro em espécie caiu de 24,9% para 18.9%. Apenas no primeiro dia, 5,5% das tarifas de todo o sistema foram pagas por meio de cartões bancários (débito ou crédito) ou do Cartão BRB Mobilidade.

Integração

O benefício da integração permite até três viagens diferentes no período de três horas por um preço único de R$ 5,50. A integração pode ser feita em qualquer parada de ônibus, estação do Metrô e nos terminais rodoviários. Atualmente, os ônibus do DF cobram passagens de R$ 5,50 (longa e metrô), R$ 3,80 (ligação de RAs) e R$ 2,70 (curta). Mas o valor máximo da passagem integrada para quem utiliza cartão de transporte é de R$ 5,50, mesmo que o passageiro utilize trajetos de diferentes preços.

Como fazer

O Cartão BRB Mobilidade pode ser adquirido em um dos 153 pontos de atendimento mediante apresentação de RG e CPF. Também é possível fazer o pré-cadastramento pela internet e apenas retirar o item em uma das unidades de atendimento. A emissão da primeira via do cartão é gratuita. Em caso de segunda via, é necessário pagar uma taxa de R$ 5,40.

Para a recarga do cartão, os pontos de atendimento aceitam pagamentos em dinheiro e cartões de crédito e débito. A operação também pode ser feita pelo app BRB Mobilidade disponível nas lojas iOS e Android, por meio de boleto e Pix e, ainda, pelo site BRB Mobilidade. O valor mínimo de recarga é de R$ 5 nos canais virtuais e de R$ 2,70, nas lojas físicas.

Utilizando a recarga Pix feita pelo app BRB Mobilidade, o crédito fica disponível em até dez minutos após a efetivação do pagamento. Já as recargas via boleto (utilizando o app ou pela internet) são disponibilizadas em até dois dias úteis após o pagamento. Para efetivação do crédito no cartão, é necessário validar o documento nas catracas do Metrô/ônibus/BRT. Mais informações neste site.

Comunicar erro
TAGUATINGASHOPPING

ComentĂĄrios

PONTUAL CARGO